Publicado em Diversos

[Resenha #12mesesdepoe] – Fevereiro: O Demônio da Perversidade | De Olho Na Estante

Estamos à borda dum precipício. Perscrutamos o abismo e nos vem, a náusea e a vertigem. Nosso primeiro impulso é fugir ao perigo. Inexplicavelmente, porém, ficamos.

E aí pessoal, hoje para o Desafio #12mesesdepoe falaremos um pouco sobre o conto O Demônio da Perversidade, um profundo estudo sobre a mente humana e suas mais mórbidas construções.


O conto se divide basicamente em duas partes, a primeira, narrada em primeira pessoa nos apresenta um ensaio amplo e intrínseco sobre a mente e instintos humanos, enquanto a segunda parte explora os fatos e circunstâncias que levaram um homem, agora preso, a cometer e confessar um assassinato.

Durante a primeira parte do conto somos levados a pensar que o narrador é um pessoa de amplo conhecimento do intelecto humano, cujos conhecimentos não se restringem a determinada área. Ele realiza um completo estudo, questionando os anseios e práticas  humanas além do estudo da frenologia, teoria que (basicamente) acredita na capacidade de determinar o caráter de uma pessoa pela forma e tamanho do crânio; afirmando também que as pessoas tem tendências auto destrutivas, em que ao mesmo tempo que nos há um “instinto” de bem estar, há um “instinto” antagônico, a perversidade.

E é aí que entramos na segunda parte do conto, em que o homem preso justifica seus atos através dessa teoria da perversidade. Aqui novamente somos levados a um mundo onde o amplo entendimento sobre tudo que nos cerca não passa de um mínimo microcosmo.

Este não é um conto simples, digo isso pois, além de trabalhar com um  vocabulário extenso, ele explora temáticas complexas de uma forma bem detalhada e minuciosa. É incrível como cada vez que eu o leio, consigo extrair mais e mais dele. Poe escreve de forma tão profunda que a genialidade quase que transborda das páginas!

Definitivamente este é um dos melhores contos que Poe já escreveu. Abordando camadas de filosofia e psicologia ele nos alcança e faz refletir sobre tudo e todos a nossa volta. Pelo menos para mim, provocando o anseio por mais conhecimento e me levando entender sob uma nova perspectiva a realidade humana. Se você ler O Demônio da Perversidade vai me entender perfeitamente hahah!

Bom, não preciso nem dizer o quão feliz eu estou de estar participando do desafio, que está me proporcionando uma interação ainda maior sobre um dos meus escritores favoritos. (Lovecraft, eu não te esqueci!) Espero que vocês que estão lendo esta resenha, leiam ou se sintam interessados em ler este e muitos mais contos do fantástico Edgar Allan Poe!!

Anúncios

Autor:

Um leitor compulsivo, viciado em livros de terror, ficção e fantasia, além de fã maluco de Game of Thrones. Esse blog surgiu de um desejo antigo de compartilhar sempre que possível, um pedacinho desse incrível universo literário que nos cerca, então... seja bem vindo!

3 comentários em “[Resenha #12mesesdepoe] – Fevereiro: O Demônio da Perversidade | De Olho Na Estante

  1. Este conto me deu angustia na primeira vez em que fui ler, parei (leitura complicada, benza Deus) mas felizmente, com o desafio, eu consegui lê-lo já um bom tempo depois a primeira tentativa e foi incrível. Foi um conto que fez-me pensar em vícios,inclusive em alguns meus, e dar um basta neles! Do que eu saquei, o ser humano só faz as coisas quer sejam boas ou más… Porque quer! Mas tomados pelo nosso sentimento de autopreservação, preferimos mascarar a verdade. O narrador do texto fez o que fez movido pela ambição, e sua arrogância e seu orgulho acabam com que ele cometa a besteira de confessar. Este tipo de segurança já fez muita gente revelar seu crimes….

    Curtido por 1 pessoa

    1. Exatamente! É esse bem o centro do conto, uma das mensagens que ele tenta implicitamente passar.
      O estilo de escrita de Poe é realmente incrível, mas bem mais complexo, realmente Hahah. Beijos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s