Publicado em Últimas Resenhas

[Resenha] – O Cemitério, de Stephen King | De Olho Na Estante

“Sua destruição e a destruição de tudo que o senhor ama está muito próxima, doutor…”

E aí pessoal, hoje iremos falar um pouco do fantástico livro O Cemitério, de Stephen King; um dos mais aclamados do Mestre e considerado um dos maiores livros de terror psicológico já escritos.


O  livro vai contar a história de Louis Creed, um jovem médico de Chicago apontado para um grande emprego como chefe de Enfermaria na Universidade do Maine, e que se muda para uma casa em Ludlow, levando consigo sua esposa Rachel e seus dois filhos, Ellie e Gage.

Em um primeiro momento ao chegar na nova cidade o que lhes chama a atenção é a beleza local, além de a casa, comprada e escolhida através de fotos ser muito mais do que eles poderiam imaginar. Porém em contraste com a tranquila moradia há um uma grande rodovia, a temida Rota 15 que acaba por tirar o sossego de Rachel.

Do outro lado da estrada vivem um casal de simpáticos velhinhos que logo depois de os conhecerem já se prontificam a lhes mostrar as redondezas. Tudo estava indo praticamente perfeito até que o gatinho de estimação de Ellie acaba morrendo, atropelado na perigosa autoestrada. Sabendo que sua filha ficaria devastada pela morte do bichinho e aproveitando que estava de viagem, Louis resolve não comunicá-la.

Jud, seu vizinho sabendo do ocorrido explica que há uma forma de trazer o gato de volta a vida e o leva para o “Simitério” de Bichos (escrito errado na placa de entrada), que nada mais é do que um cemitério criado pelas crianças locais para enterrar seus falecidos bichinhos. Porém ao invés de parar ali, Jud o leva adiante, para um local adentrando o bosque, um verdadeiro cemitério usado pelos índios MicMac; só então enterrando o animal.

Passado algum tempo o animal reaparece vivo, e ao voltar de viagem, Ellie encontra seu gato como se nada houvesse acontecido. Porém o que não só Louis, mas toda a família começa a perceber são as atitudes um tanto quanto estranhas do animal, que começa a caçar descontroladamente e torna-se bastante violento (já que o gato era caracterizado por ser lerdo, preguiçoso e bem dócil).

A partir deste momento a narrativa que já era sombria adquire um aspecto diabólico; eu já o reli diversas vezes mas até hoje me espanto com determinadas passagens. Este é um livro pesado, de temas pesados, que expõe temáticas profundas e depressivas relacionadas à morte e a incapacidade de alguns de lidarem com ela.

As características dos personagens e a ambientação são elementos fundamentais na construção da trama, que nos consegue levar a um estado além do medo e do assombro. Em que você sente o que os personagens estão passando, se tornando para muitos terrivelmente assustador. Um livro marcante que te prende do início ao fim, e que definitivamente se tornou um dos meus preferidos.

Nota: 10/10

Anúncios

Autor:

Apaixonado por livros de Terror, Ficção e Fantasia, e muito fã de Game of Thrones #DominGOT! Esse blog surgiu de um desejo antigo de compartilhar sempre que possível, um pedacinho desse incrível universo literário que nos cerca, então... seja bem-vindo!! 📖📚

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s