Publicado em Últimas Resenhas

[Resenha] – Revival, de Stephen King | De Olho Na Estante

Não está morto o que em eterno pode jazer

Em estranhos éons, mesmo a morte pode morrer.

— H.P. Lovecraft

E aí pessoal! Hoje iremos falar um pouco sobre Revival, um dos mais sombrios romances do Mestre e um relato arrepiante sobre o homem e a desconstrução de sua própria fé. Publicado recentemente no Brasil pela editora Suma de Letras, esta é uma obra de leitura obrigatória para todos os fãs do terror.


A trama é composta pelo relato de James Morton, que tem sua vida amplamente modificada após conhecer Charles Jacobs, recém chegado na cidade para substituir o antigo reverendo que falecera. Muito jovem e de uma simpatia descomunal, ele e sua família encantam a todos na cidade e como resultado de todos os sermões contagiantes, consegue renovar o espírito da comunidade reacendendo a fé local.

Porém um terrível acidente faz com que Jacobs perca toda sua fé, e de modo a externalizar esse ódio ele abandona suas crenças diante da comunidade, amaldiçoando a Deus em um sermão que será inesquecível para aqueles que o presenciaram. Mas o que parecia perigosamente insano no discurso do reverendo Jacobs, fez extremo sentido na cabeça de um certo menininho.

Sem qualquer tipo de apoio daqueles que o adoravam e expulso da cidade, Jacobs encontra a cura para seu sofrimento no estudo da eletricidade, no que ele chama de energia secreta.

Anos se passam, tudo e todos mudam, mas décadas depois Jamie, agora viciado em heroína e fugindo de seus próprios demônios reencontra o antigo reverendo. Seus antigos estudos da energia secreta tomaram proporções inimagináveis e começam a alcançar o milagroso. Suas criações com base em tal energia, que modificam as ondas cerebrais são capazes de curar pessoas dos mais variados males os quais nem mesmo a medicina poderia.

Porém ao mexer nas ondas cerebrais dessas pessoas, acaba-se acessando locais que não deveriam ser revelados, rompendo portanto o fino véu que separava tais mundos. O resultado de tamanha obsessão e curiosidade culminou em pessoas paranóicas, perturbadas, com distúrbios pela rotura da realidade comum a todos os humanos. Pois o que lhes foi desvelado nunca era para ter sido descoberto, infringindo assim o limite da mente humana.

Anos se passam mas o elo que os unia sempre permaneceu. Jamie e Jacobs ultrapassam a raia da própria existência e devido a um fanatismo sem igual acabam por violar leis universais, importantes para a mútua existência da humanidade; selando com isso um pacto muito mais que sórdido.

Revival é uma estória particular da vida, uma narrativa eletrizante que te leva a um passeio sobre a mente humana, entremeado de dúvidas e questionamentos, relacionados até mesmo com nossa própria existência… podendo resumir tudo em uma só questão, uma sobre a qual quase, senão toda humanidade já refletiu: o que nos aguarda do outro lado da vida, ou melhor… quem nos aguarda?

O terror de Revival não está no explícito,  com uma trama cheia de sustos, e sim no implícito, no momento em que você para para pensar em tudo o que está rolando e imagina o quão horrendo poderia ser se fosse real. Te faz pensar no tão famoso “e se…”, o qual o leitor mergulha num mundo disforme e impiedoso que somente (ou não) a luz do dia pode minimizar.

Ao ler Revival, algo que senti muito de cara, foi que a narrativa propicia uma verdadeira viajem no tempo e espaço local, os personagens muito bem construídos e todo a ambientação fantástica foram algo que além de me prender me fizeram sentir o que estava se passando. Como se eu estivesse em uma bolha invisível, ali, parado, observando tudo o que está acontecendo bem de perto e sentindo tudo na minha própria pele.

Percebemos claramente que King tenta mesclar a trama com o universo fantástico de Lovecraft, (o que na minha opinião dá muito certo), tornando a trama além de extraordinária, genial. Conforme o livro vai se aproximando do final, você fica cada vez mais nervoso para saber o que vai acontecer; e como se não bastasse esse encaminhamento incrível, ele finaliza o livro de maneira FENOMENAL! Eu nunca antes na minha vida tinha lido um livro com final tão fantástico: duro? Sinistro? Macabro? Não sei nem classificar. Me pegou de surpresa. Definitivamente Revival me ganhou e já se tornou um dos meus livros favoritos!

Se você é fã de Stephen king vai se deliciar com esse romance, e mesmo se AINDA não é, vale muito a pena adentrar nesse universo sensacional!

Nota: 10/10

Anúncios

Autor:

Um leitor compulsivo, viciado em livros de terror, ficção e fantasia, além de fã maluco de Game of Thrones. Esse blog surgiu de um desejo antigo de compartilhar sempre que possível, um pedacinho desse incrível universo literário que nos cerca, então... seja bem vindo!

2 comentários em “[Resenha] – Revival, de Stephen King | De Olho Na Estante

  1. Li apenas um livro do Stephen King e já sei o suficiente que esse cara escreve super bem!! Quero ler mais obras dele, e esse parece ser um ótimo livro para a próxima leitura :)) Adorei a resenha e este livro parece que nos faz refletir bastante!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s